Artigos

Como prevenir as doenças típicas do inverno

Saúde Empresarial

As baixas temperaturas somadas com o ar mais seco e ambientes fechados, fatores típicos da estação mais fria do ano, criam um ambiente favorável para o aparecimento de diversas doenças. Para evitar as doenças típicas do inverno, é necessário adotar alguns hábitos de vida.

Principais doenças do inverno

No inverno, com a diminuição da umidade do ar e maior concentração de poluentes e alérgenos, aumenta-se a disseminação de vírus e bactérias. Além disso, as pessoas tendem a fechar totalmente os espaços, o que potencializa a contaminação desses agentes. Dentre as doenças típicas do inverno estão:

  • Gripe e resfriados;
  • Rinite;
  • Bronquite;
  • Sinusite;
  • Pneumonia;
  • Meningite;
  • Amidalite.

Cada patologia apresenta um quadro clínico, mas os principais sintomas dessas doenças são: febre alta, dor de cabeça, ouvido e garganta, espirros, tosses, coriza, irritação e congestão nasal e falta de ar.

Prevenindo as doenças típicas do inverno

Segundo especialistas, a melhor forma de se combater as doenças típicas do inverno é por meio da prevenção, o que, inclusive, deve ser feito durante todo o ano. Confira algumas recomendações:

  • Evitar o acúmulo de poeira;
  • Manter as roupas de cama limpas;
  • Deixar a casa sempre arejada;
  • Lavar as mãos com água e sabão e passar álcool em gel;
  • Evitar lugares aglomerados e/ou fechados;
  • Quando tossir, cobrir a boca e nariz;
  • Manter distância e não pegar na mão de pessoas doentes;
  • Tomar bastante líquidos;
  • Ter dieta balanceada;
  • Tomar vacinas.

Cuidados com a alimentação

A alimentação saudável e a prática de exercícios físicos ajudam a fortalecer o sistema imunológico, dificultando a ação de vírus e bactérias. Esses hábitos devem ser rotineiros, mas, no inverno, ganham mais atenção.

Um cardápio para ajudar no combate às doenças típicas de inverno deve ser variado e rico em vitaminas, principalmente C, e minerais. Os alimentos mais indicados são:

  • Frutas cítricas como laranja, tangerina e acerola;
  • Alho;
  • Gengibre;
  • Couve;
  • Cenoura;
  • Cogumelo shitake;
  • Mel.

É sempre importante tomar cuidado com a automedicação, para evitar complicações das doenças típicas do inverno. Zelando por uma alimentação rica em nutrientes, cuidados na casa e nos ambientes e ingestão de bastante água, diminui-se a probabilidade de contaminação. Dessa forma, as pessoas mantêm a saúde e o bem-estar e podem aproveitar melhor as tarefas do dia a dia.

Cuide da sua saúde nesse inverno e incentive seus colaboradores a se prevenirem!