Artigos

A diferença entre LDL e HDL colesterol e como controlá-los

Saúde Empresarial

LDL e HDL colesterol são lipoproteínas que transportam o colesterol (tipo de composto químico presente nas membranas celulares e carregado no plasma sanguíneo dos animais) pelo corpo. O colesterol exerce funções essências para o organismo, como, por exemplo, ajudar na produção de ácidos biliares, vitamina D e de hormônios esteroides.

Entretanto, o colesterol precisa ficar controlado, pois em excesso, ele pode causar sérias doenças cardíacas. É nesse processo que entram os termos LDL e HDL colesterol, que são substâncias responsáveis por transportar o colesterol pelo corpo.

Diferença LDL e HDL colesterol

Enquanto o LDL (Low Density Lipoproteins ou Lipoproteínas de baixa densidade) transporta o colesterol do fígado às células, o HDL (High Density Lipoproteins ou Lipoproteínas de alta densidade) faz o inverso, retirando o excesso de colesterol e levando-o de volta ao fígado, para ser eliminado pelo corpo.

É por isso que o LDL é conhecido como colesterol ruim e o DHL como colesterol bom. Pessoas com maiores índices de HDL no corpo têm menor probabilidade de ter alguma doença no coração, já quem possui um LDL elevado corre maiores riscos de sofrer com doenças cardíacas.

Valores de Referência

O LDL (colesterol ruim) é considerado alto quando está acima de 130 mg/dl em pessoas com risco cardiovascular baixo. Já para pessoas com risco cardiovascular intermediário, o ideal é que fique abaixo dos 100 mg/dl. Pessoas com risco cardiovascular alto devem manter o LDL abaixo de 70 mg/dl e em pessoas com risco muito alto, que já tiveram AVC, por exemplo, ele deve ser menor de 50 mg/dl.

O risco cardiovascular baixo, intermediário alto ou muito alto são determinados pelo médico durante a consulta, após observação dos exames necessários e da avaliação clínica.

O HDL (colesterol bom) deve ficar acima de 40 mg/dl e o Colesterol Total deve ser menor do que 190 mg/dl.

Como controlar LDL e HDL colesterol

O HDL tende a ser menor que o LDL, além disso, sedentarismo, má alimentação e tabagismo reduzem o HDL. Portanto, é preciso adotar hábitos saudáveis, como praticar exercícios físicos e controlar o estresse. Além disso, consumir alimentos que reduzem o LDL, aumentando o HDL.

O ômega 3 e 9 ajudam a aumentar o colesterol HDL, esses ácidos são facilmente encontrados em óleos vegetais como o azeite de oliva, óleo de soja, milho e girassol. Abacate, peixes de águas fria e sementes também são ótimas fontes de ômega 3 e 9. Além disso, fibras e frutas de cor alaranjada auxiliam a controlar LDL e HDL colesterol.

Cuide da sua saúde e de seus colaboradores! Fale com nossos especialistas.