Artigos

Agosto azul – A saúde do homem

Saúde Empresarial

No mês de agosto, a saúde do homem ganha maior atenção. Culturalmente, as pessoas do sexo masculino tendem a se preocupar menos com a saúde do que as mulheres, não à toa muitas doenças crônicas afetam mais eles do que elas. De acordo com um levantamento do Centro de Referência em Saúde do Homem, 70% dos homens que procuram um médico o fazem por influência de familiares.

Por isso, em 2012, por meio da Lei N° 17.099, foi criado o agosto azul, mês dedicado para estimular a prevenção e cuidados com a saúde do homem. O objetivo é que os homens sejam conscientizados sobre a importância de procurar atendimento médico e realizar consultas de rotinas, como aferir pressão e fazer teste de diabetes.

Expectativa de vida do homem

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa de vida do homem é de 72,9 anos. Diferença de quase sete anos da expectativa de vida das mulheres brasileiras, que é de 79,4 anos. Dentre os principais motivos para essa diferença estão a violência, acidentes de trânsito, doenças cardiovasculares e infartos.

Considerando que o cuidado com a saúde engloba adotar um estilo de vida mais saudável, procura-se por meio da conscientização estimular os homens a mudarem os hábitos e, consequentemente, melhorarem a qualidade de vida.

Doenças mais comuns nos homens

  • Doença cardiovascular;
  • Tumores na traqueia, brônquios e pulmão;
  • Câncer de próstatas;
  • Câncer de pele;
  • Diabetes;
  • Tabagismo;
  • Cirrose e Problemas no Fígado.

Importância das empresas incentivarem a saúde do homem

Aproveitando a temática, as corporações podem investir em campanhas e ações para conscientizar os funcionários do sexo masculino sobre a importância da prevenção e do cuidado da saúde. Afinal, a melhora da saúde é uma preocupação geral. Além de ganhar na qualidade de vida, as empresas conseguem criar uma maior aproximação com os funcionários.

Nas ações com o objetivo de melhorar a saúde do homem, as corporações podem criar estratégias visando incentivá-los a procurar ajuda médica, adotar hábitos de vida mais saudáveis, como parar de fumar, ter uma alimentação melhor, praticar exercícios regularmente, entre outros.

Cuide da saúde e segurança de seus colaboradores! Fale com nossos especialistas.