Artigos

Outubro Rosa – Vamos tocar nesse assunto

Saúde Empresarial

Pode soar alarmante, mas uma em cada oito mulheres deve receber o diagnóstico de câncer de mama em algum momento da vida. Entretanto, quando detectado em fase inicial, a probabilidade de cura dessa doença é superior a 90%. Esse é justamente o foco da campanha Outubro Rosa, conscientizar mulheres e toda a sociedade sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Porque outubro, porque rosa

A história do Outubro Rosa remete a 1990, ano da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York. Para aquela ocasião, a Fundação Susan G. Komen for the Cure distribuiu para os participantes um laço cor de rosa. A partir de então, diversas ações começaram a ser feitas no intuito de fomentar a prevenção ao câncer de mama.

As ações, inicialmente isoladas, em 1997, após aprovação do Congresso Americano, ganharam foco no mês de outubro, que ficou conhecido com mês nacional americano de prevenção do câncer de mama. Depois disso, o dia 19 de outubro ficou registrado como o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Mama e as ações do Outubro Rosa se espalharam pelo mundo.

Estatísticas preocupantes

De 2016 para 2017, 57.960 novos casos de câncer de mama foram diagnosticados e, para 2019, esse número deve saltar para 59.700. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e Instituto Nacional de Câncer (Inca), esse cenário se dá, principalmente, pelos fatores genéticos, a falta de cuidados com a saúde, má alimentação e a falta de exercícios físicos.

O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum nas mulheres, atrás, apenas, do câncer de pele não melanoma. No Brasil, para cada grupo de 100 mil mulheres, 56 casos são detectados. Dentre o principal grupo de risco para a doença, estão mulheres de 50 a 69 anos e aquelas com casos da doença na família. Por isso, é importante aproveitar o Outubro Rosa e divulgar informações para todas as mulheres.

Promova o Outubro Rosa na sua empresa. Fale com a nossa equipe!