Artigos

Febre Amarela – Sintomas e tratamento

Saúde Empresarial

Com a aproximação do verão, o alerta sobre a importância da prevenção à febre amarela ganha mais evidência. Isso porque, nesta época do ano, a incidência de chuvas é maior, elevando a proliferação do mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti.

A vacina contra a febre amarela, ministrada em dose única, é altamente eficaz e, segundo orientações do Ministério da Saúde, os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais devem ter cuidado redobrado. Pois, nessas localidades, a maioria da população não havia sido imunizada.

Sobre a febre amarela

A febre amarela é uma doença viral que, em casos extremos, causa icterícia (coloração amarelada na pele e nos olhos), originando o nome comum dessa patologia. Por ser transmitida por mosquito, áreas com rios e florestas são consideradas de risco. Além disso, a febre amarela apresenta graves quadros clínicos e alta taxa de mortalidade, em torno de 40%.

Sintomas

A pessoa picada pelo mosquito infectado com o vírus da febre amarela, normalmente, começa a apresentar sintomas de 2 a 6 dias após a contaminação. Os principais sintomas de febre amarela são:

  • Início súbito de febre;
  • Calafrios;
  • Dor de cabeça intensa;
  • Dores nas costas e no corpo;
  • Náuseas e vômitos;
  • Fadiga e fraqueza.

Importância da vacina

Desde 2017, o Brasil adota o sistema de dose única da vacina contra a febre amarela, recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa medida é indicada às criançasartir do nono mês e protegem o indivíduo contra a doença ao longo da vida.

De janeiro a novembro, foram confirmados mais de 1.300 casos de febre amarela no Brasil. Desses, 450 foram a óbito. Ligeiro aumento em comparação com o número do ano passado, quando 795 contraíram a doença.

É importante destacar que o diagnóstico é feito somente por médico e o tratamento inclui cuidado intensivo do paciente. Portanto, para evitar ter que passar por isso, toda a população deve procurar tomar a vacina.

Proteja-se da febre amarela. Procure um posto de saúde e vacine-se!