Blog

Trabalhadores externos devem redobrar os cuidados com a saúde nos dias mais quentes

Saúde, Sem categoria

Atualizado em: 28 de janeiro de 2020

Trabalhadores externos devem redobrar os cuidados com a saúde nas épocas mais quentes do ano. Nesse período, são comuns os casos de desidratação e insolação. Além disso, os registros de intoxicação alimentar também são mais frequentes, já que a temperatura mais alta favorece a proliferação de fungos e bactérias nos alimentos.

Por isso, é preciso atenção aos sintomas que, em muitos casos, são bastante parecidos em ambos os problemas, como náuseas, dores de cabeça, indisposição, cansaço, diarreia, febre etc. Para aumentar o cuidado nessa época o ideal é tomar bastante água, sempre usar proteção solar e optar por alimentos frescos.

Beba mais água

Mesmo sabendo que é preciso tomar bastante água, muitos profissionais acabam substituindo a água por outros líquidos que não vão garantir a hidratação do corpo. Nesses casos, deve se evitar o consumo de cafeína, bebidas açucaradas e alcóolicas, pois essas substâncias contribuem para o processo de desidratação.

A água é rica em sais minerais, como magnésio sódio e potássio e outros nutrientes que são essenciais para a hidratação e o equilíbrio do organismo. Além disso, contribui para regular a temperatura do corpo e eliminar substância que possam sobrecarregar os rins e causar inchaço dos músculos.

Desta forma, cada organismo vai necessitar de uma quantidade diária, sendo que, para cada quilo corporal, é preciso consumir, ao menos, 35 mililitros de água. Assim, quem pesa mais, provavelmente precisará beber mais do que os dois litros geralmente indicados.

Cuide com a exposição ao sol

Em muitas situações, o trabalhador que presta serviço externo acaba ficando exposto ao sol mesmo nos horários não recomendados, entre 10h e 16h. Nesses casos, o ideal é fazer pausas durante a jornada de trabalho.

A empresa ainda pode tomar medidas especiais como a construção de abrigos, além de oferecer equipamentos de proteção como filtro solar, camisa de manga longa, chapéu e óculos de sol.

Para o funcionário, a recomendação é utilizar roupas mais leves e claras, de preferência de algodão, já que materiais sintéticos retêm mais calor. Sempre que possível, também é indicado lavar o rosto, a nuca e os braços para diminuir a temperatura do corpo, uma vez que a insolação não acontece apenas quando aparecem as queimaduras de pele.

De olho na alimentação

Outro cuidado que deve ser redobrado nos dias de calor intenso é com relação a alimentação. Profissionais que fazem as refeições em estabelecimentos externos devem ficar atentos a aparência da comida, evitando alimentos crus, como peixes, ovos e carne vermelha, e preparos com leites e derivados, como molhos e sobremesas.

O ideal é priorizar alimentos leves como frutas e saladas, ingerir apenas água tratada e de fonte segura, com embalagem lacrada, e evitar adicionar gelo à bebida. No caso dos produtos industrializados, deve-se verificar as condições da embalagem e o prazo de validade.

Acompanhe também:

Ginástica laboral ajuda a melhorar o desempenho dos colaboradores

Postura correta na estação de trabalho – NR17