Blog

SIPAT 2020 – como fica a semana dedicada à prevenção de acidentes

Saúde, Saúde Empresarial

Atualizado em: 14 de julho de 2020

A SIPAT 2020 precisará se adequar à nova realidade trazida pela pandemia do novo coronavírus. Será preciso ajustar os recursos para realizar o evento, pensando nas questões de distanciamento social e prevenção da doença.

Vale lembrar que toda empresa com CIPA constituída deve realizar anualmente a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho – SIPAT. Mesmo com a situação da COVID-19, essa prerrogativa não foi suspensa.

Aliás, aproveitar esse contexto para reforçar medidas de segurança e saúde pode ser ainda mais relevante para a SIPAT 2020. Desta forma, o evento vai contribuir ainda mais para a promoção da cultura da prevenção e do autocuidado.

SIPAT 2020 de maneira remota

Já avaliou realizar a SIPAT 2020 de maneira remota? Isso não quer dizer fazer o evento todo de maneira online, principalmente no caso das empresas que continuam com atividades presenciais. Porém, este é o momento de reavaliar a forma como eram conduzidas as SIPATs anteriores.

Geralmente, a programação era estruturada em ações que causavam aglomerações entre funcionários de diversos setores, o que não é viável neste momento. Talvez esse modelo de evento também já estivesse ficando ultrapassado, já que muitos organizadores se preocupavam com a falta de interação dos colaboradores.

Soluções inovadoras

Então, que tal trazer soluções inovadoras neste ano? Nesse sentido, é interessante avaliar que, boa parte, do conteúdo consumido hoje na internet se dá por meio de vídeos. Esse é um bom indicativo de como conduzir a SIPAT 2020.

A dica é pensar em palestras virtuais e interativas como a realização de lives, por exemplo. Além disso, gerar uma competição saudável entre as equipes como um sistema de gincana, com enquetes e quizzes, pode despertar maior interesse dos funcionários.

Também é importante construir um canal aberto de comunicação para que a participação seja mais ativa. A ideia da SIPAT é resgatar comportamentos seguros que podem acabar sendo esquecidos no dia a dia de trabalho. Se os colaboradores percebem qual a importância da atuação deles nesse processo, esse reforço da prevenção de acidentes será constante.

Ferramentas tecnológicas

Outros recursos disponíveis no mercado, e já utilizados por algumas empresas, também podem ser bastante eficientes nesse sentido. É o caso das ferramentas de gamificação que permitem a utilização de maneira online.

O simulador de realidade virtual é outro dispositivo que vai estimular a interação. O uso do mecanismo pode ser restrito conforme agendamento prévio, evitando o contato entre os funcionários.

A aposta tecnológica na área de Saúde e Segurança do Trabalho (SST) já indicava que, cada vez mais, essas ferramentas estariam presentes na rotina de estimulo à prevenção. Porém, com a chegada da pandemia, esses fatores foram acelerados de maneira positiva.

Acompanhe também:

A saúde ocupacional em tempos de pandemia

Os desafios do RH no retorno das atividades