Blog

O que é ergonomia e como aplicá-la ao trabalho remoto

Sem categoria

Atualizado em: 14 de janeiro de 2021

Ergonomia é a ciência que estuda as adaptações do trabalho para que os funcionários possam desenvolver as atividades de maneira segura e eficiente. Para isso, são considerados fatores como características físicas, fisiológicas e psicossociais dos trabalhadores e do ambiente de trabalho.

A ergonomia também avalia questões como a biomecânica do gesto laboral e os aspectos ambientais e organizacionais do trabalho. Sendo assim, também tem papel fundamental nos princípios de direitos legais e no processo de produtividade.

Embora o conceito de ergonomia seja mais comum quando relacionado ao ambiente de trabalho, com a pandemia do novo coronavírus, a aplicação também se tornou imprescindível em casa.

Ergonomia e as novas relações de trabalhos

Com as novas relações de trabalho impostas, muitas empresas e colaboradores precisaram se ajustar a um conceito ainda considerado novo: o trabalho remoto. Sendo assim, a adaptação do lar para o trabalho ficou cada vez mais recorrente.

Para conciliar essa nova rotina, é preciso pensar nos aspectos básicos da ergonomia física, organizacional e cognitiva. Pois, assim como no ambiente de trabalho, é preciso que no home office o funcionário tenha condições adequadas para executar suas tarefas.

Ergonomia física – avaliação dos aspectos físicos do ambiente como iluminação, temperatura, ruído e qualidade de equipamentos e ferramentas utilizadas.

Ergonomia organizacional – nesse caso, deve ser analisado quais processos e políticas internas se adaptam ao trabalho remoto como jornada de trabalho, demandas e rotina de atividades.

Ergonomia cognitiva – essa área está diretamente ligada aos processos mentais e como afetam as interações do colaborador, como o senso de vigilância, a tomada de decisão, o desempenho e a habilidade. Nesse caso, o objetivo é adotar medidas para reduzir o estresse e a ansiedade.

Ações de ergonomia

Ainda que à distância, essa nova realidade permite incorporar algumas ações para melhor a qualidade de vida e o desempenho do funcionário.

  • Ginástica laboral e pausas;
  • Orientações sobre saúde e segurança;
  • Palestras;
  • Disponibilização de equipamentos ergonômicos;
  • Conteúdos exclusivos sobre ergonomia e adaptações no trabalho remoto.

Benefícios para empresas e colaboradores

Aplicar o conceito de ergonomia pode trazer inúmeros benefícios para as relações de trabalho:

  • Ajuda a evitar doenças ocupacionais;
  • Contribui para o aumento de produtividade;
  • Auxilia na melhora da postura;
  • Reduz os índices de afastamento e ausência;
  • Aumenta a sensação de bem-estar e a qualidade de vida do funcionário.

Acompanhe também:

Como ajustar a estação de trabalho no home office

Postura correta na estação de trabalho – NR17

O que é o PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais